Hospedagem Profissional

Hospedagem Profissional
Clique aqui e ganhe US$ 10,00 para testar durante 1 mês a melhor hospedagem: Digital Ocean!

segunda-feira, 2 de abril de 2012

E a Gerência no Scrum, como fica? A Teoria Y explica!

É interessante ver a surpresa das pessoas quando falamos dos 3 papéis do Scrum:

   – Product Owner,

   – Scrum Master e

   – Equipe de Desenvolvimento.

Eles logo perguntam: "E o gerente?", "Quem é o gerente no Scrum"?

Não tem gerente. Pelo menos não na forma tradicional. O que temos no Scrum é uma gerência distribuída.

Gerência Distribuída no Scrum

  • O Product Owner é responsável pela macro-gerência, ou seja, ele é o responsável por gerenciar "O Quê" deve ser feito.
  • A Equipe de Desenvolvimento é responsável pela micro-gerência, ou seja, ela é responsável por gerenciar "Como deve ser feito".
  • O Scrum Master é responsável por gerenciar o processo, ou seja, garantir que os valores do Scrum estão sendo postos em prática.

Mas ainda assim, mesmo apresentando essa explicação ainda é possível ver que a surpresa se mantém. Pois como uma equipe vai caminhar sem um gerente para olhar o que está sendo feito, o como está sendo feito?

Simplesmente porque a Equipe de Desenvolvimento no Scrum é uma equipe auto-organizável, capaz de conduzir seus trabalhos e compromissos assumidos planejando a cada dia sua estratégia de trabalho em equipe.

E é aí que entra a explicação pela Teoria Y.

Teoria X e Y

A  Teorias X e Y são dois conceitos antagônicos, criados pelo professor e economista americano Douglas McGregor. Essas teorias apresentam dois perfis comportamentais e de personalidade da relação das pessoas com seu trabalho.

Na Teoria X temos o indivíduo trabalhando por necessidade para alcançar algum objetivo, mas que se pudessem alcançar de outra forma certamente o fariam. Os indivíduos que se classificam segundo a Teoria X não gostam de assumir responsabilidades e preferem ser dirigidos (gestão pelo comando-controle).

Para os indivíduos que se classificam na Teoria Y temos o inverso:

"O trabalho é tão natural como o lazer, se as condições forem favoráveis”.

Embora tenham também seus objetivos e ideais, são indivíduos que possuem motivação natural para o trabalho e o esforço físico e mental empregado no trabalho é tão natural quanto o empregado em momentos de lazer. E não só assumem responsabilidades quanto as buscam também. Para os profissionais que se enquadram dentro dessa Teoria Y, as empresas e organizações adotam medidas inovadoras e humanistas, dentre as quais podemos citar medidas diretamente relacionadas com os valores do Scrum:

Equipes Auto-Organizáveis

Portanto, a Teoria Y explica! Para uma equipe auto-organizável é fundamental que ela seja composta por indivíduos que se enquadrem na Teoria Y.

Indivíduos motivados e comprometidos com o trabalho e as responsabilidades assumidas. E se você não se enquadra nesse modelo… Então "pede pra sair".

 

Fonte: Ester Lima em Scrum Half Blog